Mensagens populares

O Tempo que faz

O Tempo no Crato

23/03/2014

PROCURA-SE


Adquirida em segunda mão pelo município e já com alguns anitos, esta viatura de três pedais, foi vista a circular, nas ruas do concelho, pela última vez, em meados de Outubro do ano passado, por altura das eleições autárquicas, conduzida pelo então derrotado presidente, que a proclamou viatura oficial e exclusiva da presidência do município.
Noticia não confirmada dá-a como enfeixada num balcedo, algures, numa estrada, para os lados de Avis ou Estremoz.
Já lá vão cinco meses e da “dita cuja” nem rasto. O mistério adensa-se e a dúvida subsiste:
Terá assinado decreto, fazendo-a pertença sua, como recordação da trampa que fez, durante os quatro anos que foi presidente?
Terá proposto negócio de troca, a terceiro, por garrafões de azeite, para que não fosse conduzida por um seu sucessor?
       Terá, a exemplo de anteriores verbas, feito o seu envio para o Seixal para ser rifada, como prémio do sorteio anual dos camaradas, contribuindo assim para angariação de fundos para a festa anual.

22/03/2014

A M..DA DO DESGOVERNO CÁ NO PRIORADO

     Tão amigos que eles andam; até marcam encontros, às escondidas, fora do burgo. 
  Sendo ou não para copular,o intuito desta maioria falaciosa é impedir que haja progresso e obra nova por cá. 
 Uns, nos quatro anos que por cá desgovernaram, conseguiram descapitalizar o municipio e apenas nos legaram caminhos de lama, um parque aquático e um recinto desportivo em ruínas,  uma obra miserável, por acabar, numa Flor da Rosa às escuras, um desonroso terceiro lugar de endividamento "per capita"(1025€),no distrito de Portalegre...Em suma um concelho destruído, só fizeram m..da.
  O outro com idéias tão estapafúrdias, ensinadas e impigindas, por certo, por algum almocreve teórico da cidade que nem numa fábrica de almeice (vulgo leite gordo ou zambane) teriam mérito para se conseguir alcançar a produção dum queijo azedo sequer, nem chegam a ser m..da.

10/03/2014

OS CALOTEIROS maiores

Monforte era no final de 2012 o município do distrito de Portalegre com a maior dívida por residente

A Câmara Municipal de Monforte devia no final de 2012, em média, 1192 euros por munícipe aos seus credores, de acordo com os dados da Direção Geral das Autarquias Locais (DGAL).
Os dados da DGAL indicam que Monforte era o município do distrito de Portalegre com a maior divida por residente, apesar de ter baixado 338 euros em relação ao ano de 2010.
As outras autarquias com maior endividamento líquido per capita, no final do ano 2012, eram a de Portalegre, com 1.123 euros por munícipe, seguida da câmara do Crato com 1.025 euros e Avis com 890 euros.
Na tabela da DGAL o município de Sousel devia por cada residente 840 euros, Nisa (749), Fronteira (570), Alter do Chão (445) e Campo Maior (39).
Já as câmaras municipais de Arronches, Castelo de Vide, Elvas, Gavião, Marvão e Ponte de Sor aparecem com endividamento nulo.
O endividamento líquido per capita mede o endividamento líquido total sobre a população residente. 

Publicado em 05 de Março de 2014 pela Rádio Portalegre
Gabriel Nunes

31/01/2014

Uma reposição a lembrar o Bom que foi!


Por estas longínquas paragens, chegou-nos a boa nova, que o Crato vai voltar a ter um Carnaval a sério! Bem-haja quem tal decisão tomou. Disseram-me que o pessoal ficou entusiasmado com o anúncio do acontecimento.
Depois de quatro anos de má governação local e pior copianço dos eventos que tornaram essa Terra única no Alentejo do Alto, O Carnaval, a exemplo da última passagem do Ano, será um justo prémio para as gentes destas Região e um merecido castigo para o Matreco, para o Fo.. & Foge e restante pandilha vermelha, que ainda não perceberam que o povo correu com eles por incompetência, inépcia e estragação da coisa pública.
Relembrando o Carnaval de 2009, fazendo votos que o de 2014 seja ainda bem melhor.